Areias

Município de pequeno porte (3.743 habitantes, 2014) com densidade demográfica muito baixa (12,3 habitantes por km2; a densidade do Estado de São Paulo é de 173,4), baixa urbanização (67,1%, no Estado o grau de urbanização é de 96,21%) e discreto predomínio da população feminina, que é jovem em comparação à região e ao Estado (12, 8% da população tem 60 anos ou mais, no Estado esse percentual é de 13,2%) A análise das pirâmides demográficas (Acesse o infográfico) mostra o acompanhamento da tendência nacional de redução da fecundidade e mortalidade infantil, e aumento da expectativa de vida. A taxa geométrica de crescimento da população de 2010 a 2015 foi de 0,32aa, um ritmo bem mais lento do que o crescimento da Região e do Estado (0,87aa). A renda per capita (R$ 356,22) é inferior ao valor médio da região e do Estado (R$ 853,75) e 46,0% dos domicílios, segundo o Censo de 2010, possuíam renda de até 1/2 salário mínimo. A taxa de analfabetismo (8,44%) é superior aos índices da região e do Estado (4,33). Esses índices caracterizam o município como sendo desfavorecido em riqueza e indicadores sociais (Grupo 5 do IPRS – Índice Paulista de Responsabilidade Social; IDHM 0,697 em 2010).

Nos municípios com economia menos dinâmica, densidade demográfica baixa e indicadores sociais desfavoráveis, os principais desafios para a estruturação da rede de saúde pública são a garantia do acesso da população à atenção básica, seja pelo alcance da população, dispersa no território, ou pela captação e fixação de profissionais e  a  articulação  com os  demais

municípios da região para o acesso à atenção especializada e hospitalar. O planejamento e implantação de ações de saúde integradas às áreas da educação, cultura e esportes deve ser estimulados para que a saúde seja efetivada na sua integralidade. (Dados: Fundação Seade, perfil municipal, consulta em 23 de janeiro de 2015)

Página em construção.
 

PLANEJAMENTO

TERRITÓRIO

Relatório de Caracterização das Unidades de Informações Territorializadas - UITs - EMPLASA

Uso do solo

CIDADE

LOCALIDADES

CULTURA, IDENTIDADES E CONEXÕES

Areias se apresenta com as marcas deixadas pela história no século XIX, ligada ao ciclo do café. As casas coloniais transformaram-se em prédios preservados que mantém funções públicas, como a Escola Municipal de Educação Infantil Profa. Branca de Oliviera Abreu Reis.

A paisagem de Areias é, como em outras cidades do Vale Histórico, marcada pelos elementos naturais característicos da Serra da Mantiqueira e pelo urbanismo das cidades coloniais brasileiras – a igreja matriz, para onde a cidade converge.

A natureza aberta à exploração, em Areias, inclui a nascente do rio Paraitinga, que dá origem ao Rio Paraíba do Sul, e a Represa do Funil. Caminhos para quem desbrava os Roteiros do Caminho da Corte (http://www.caminhosdacorte.com.br/nascente-rio-paraiba.html).