Cruzeiro

Município de médio porte (78.264 habitantes, 2014), com alto grau de urbanização (97,6%) e alta densidade demográfica (256,02 habitantes por km2; Estado de São Paulo – 171,92). Há  discreto predomínio da população feminina, composta majoritariamente por população em idade produtiva e com índice de envelhecimento superior ao da região e Estado (14,4% da população tem 60 anos ou mais de idade). A análise das pirâmides demográficas (Acesse o infográfico) mostra o acompanhamento da tendência nacional de redução da fecundidade e mortalidade infantil, e aumento da expectativa de vida. A taxa geométrica de crescimento da população de 2010 a 2015 foi de 0,40aa, a cidade cresce a ritmo mais lento do que a Região em Estado, cujo índice é de 0,87 aa. A renda per capita (R$ 649,81) é superior ao valor da região e inferior ao Estado (R$ 853,75) e 23,6% dos domicílios, segundo o Censo de 2010, possuíam renda de até 1/2 salário mínimo. A taxa de analfabetismo (2,9%) é menor do que a da região e também do Estado (4,33). Na análise do índice de responsabilidade social (IPRS) calculado pela Fundação Seade, Cruzeiro passou do grupo 5 (municípios mais desfavorecidos, tanto e riqueza quando nos indicadores sociais), em 2010 para o grupo 2 (municípios que, embora com níveis de riqueza elevados, não exibem bons indicadores sociais), em 2012.  O IDHM, em 2010 foi de 0,788m superior ao IDH do Estado (0,783).

(Dados: Fundação Seade, Perfil municipal.  http//www.imp.seade.gov.br Consulta em 22 de novembro de 2015).

Página em construção.
 

PLANEJAMENTO

TERRITÓRIO

Uso do solo

CIDADE

LOCALIDADES

CULTURA, IDENTIDADES E CONEXÕES

A principal imagem identitária de Cruzeiro é a Estação Ferroviária, que originou a cidade e a conectou a São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais. Por ela trafegaram carga e pessoas, trabalhadores, turistas, soldados, cartas e notícias.  A estação hoje está fechada, com muitos planos de restauração. Saiba mais no site Estações ferroviárias do Brasil – http://www.estacoesferroviarias.com.br/c/cruzeiro.htm

A fotografia, de autor desconhecido, retrata a estação entre os anos 1890-1910 e pode ser encontrada junto a outras fotos históricas no site mencionado.

Cruzeiro, como as demais cidades da Serra da Mantiqueira e próximas de parques vinculados ao Sistema Nacional de Unidades de Conservação, estimula e organiza o Ecoturismo. Do Seio da Virgem ao Gigante Adormecido, passando pelo Focinho do Cão, os picos e trilhas o convidam a explorar a Serra.

http://www.cruzeiro.sp.gov.br/index.php/component/joomgallery/turismo/ecolgico/

Cruzeiro já ofereceu também formas mais inusitadas de contemplar e sentir o Vale. Os campeonatos de balonismo permitem uma vivência privilegiada das paisagens naturais e construídas da região. Os adeptos do esporte e os exploradores (fotográficos, aventureiros, contemplativos) esperam que a iniciativa retorne.

Fotografias disponíveis no site da prefeitura: http://www.cruzeiro.sp.gov.br/index.php/component/joomgallery/