Jambeiro

Município de pequeno porte (5.739 habitantes, 2014), baixa densidade demográfica (31,12 habitantes/km2; Estado de São Paulo – 171,92) e que passa por significativas transformações demográficas, sociais e econômicas. Embora ainda seja um município rural (taxa de urbanização 47,88%), a maior parte da população empregada trabalha no setor industrial (70,96% da população), seguida do setor serviços (18,73%) e apenas 3,56% da população trabalha no setor agrícola. Muito próximo de São José dos Campos e situado no novo eixo de desenvolvimento da região, a rodovia Tamoios, o município é o que mais cresce na região (1,84%a.a.; região: 1,16); e tem alto índice de riqueza (o PIB per capita é quase 5 vezes superior ao do Estado). Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) passou de 0,457 em 1991 (muito baixo) para 0,756 (alto) em 2010. A migração para o trabalho é alta, resultando em discreto predomínio masculino da população, que é relativamente jovem em comparação ao Estado e região. A análise das pirâmides demográficas (Acesse o Infográfico) mostra o impacto da migração no crescimento populacional na faixa etária de 10 a 34 anos (trabalhadores com família). A renda per capita (R$ 675,02) é inferior à renda da Região e à do Estado (853,75) e 19,11% dos domicílios, segundo o Censo de 2010, possuíam renda de até ½ salário mínimo, valor superior à média da Região e Estado. A taxa de analfabetismo (7,11%) é maior do que a do Estado (4,33%) e Região (3,52%). Esses índices caracterizam o município como tendo altos níveis de

riqueza em relação ao Estado, porém, essa  riqueza não se reflete nos indicadores sociais, o que influencia o acesso e a organização da rede de saúde. O rápido crescimento demográfico, baseado na atividade industrial, traz profundas modificações não só de ordem econômica mas também cultural e social para o município, com resultante aumento e modificação das necessidades em saúde.

Página em construção.
 

PLANEJAMENTO

TERRITÓRIO

Uso do solo

CIDADE

LOCALIDADES

CULTURA, IDENTIDADES E CONEXÕES

Artesanato no Município de Jambeiro, algo que não pode ser deixado de lado, beleza cultural.

Revitalização da Mina do Tropeiro Mina que abastece a bica do tropeiro foi cercada,fez-se plantio de árvores ao seu redor,colocou-se uma caixa d”água…tudo para preservação e valorização desta importante bica que abastece um dos pontos turísticos de nossa cidade.

Fonte: http://www.jornalsimpatiadaregiao.com.br/noticia/bica-do-tropeiro

A casa do tropeiro, foi feito uma representação de como vivia os viajantes que repousavam na região de Jambeiro.