Lavrinhas

Município de pequeno porte (6.822 habitantes, 2014), baixa densidade demográfica (40,83 habitantes por km2; Estado de São Paulo – 171,92), alta urbanização (92,82%) e sem predomínio na razão de sexos da população, que é jovem em comparação ao Estado e região (10,5% da população tem 60 anos ou mais, em comparação ao percentual de 13,2% no Estado). A análise das pirâmides demográficas (Acesse o Infográfico) mostra o acompanhamento da tendência nacional de redução da fecundidade e mortalidade infantil, e aumento da expectativa de vida.  A taxa geométrica de crescimento da população de 2010 a 2013 foi positiva (0,89aa) e o município cresce a ritmo mais rápido do que a região e o Estado (0,87). A renda per capita, no entanto (R$ 430,21) é inferior ao valor da região e do Estado (R$ 853,75) e  40,14% dos domicílios, segundo o Censo de 2010, possuíam renda de até 1/2 salário mínimo. A taxa de analfabetismo (6,3%) é maior do que a do Estado (4,3) e  região.

Na análise do Índice de Responsabilidade Social (IPRS), calculado pela Fundação Seade em 2012, Lavrinhas pertence ao grupo 5 (municípios mais desfavorecidos, tanto e riqueza quanto nos indicadores sociais, em comparação aos demais municípios paulistas) Possuía IDHM 0,729 em 2010 (para comparação, o IDH do Estado era 0,783). (Dados: Fundação Seade, Perfil municipal.  http//www.imp.seade.gov.br Consulta em 22 de novembro de 2015)

Página em construção.
 

PLANEJAMENTO

TERRITÓRIO

Uso do solo

CIDADE

LOCALIDADES

CULTURA, IDENTIDADES E CONEXÕES

Assim como Cruzeiro, Lavrinhas se desenvolveu a partir de uma Estação Ferroviária, construída no século XIX. A estação de Lavrinhas foi inaugurada pela E. F. Dom Pedro II em 1874. No final dos anos 1970, a linha sofreu uma retificação de alguns metros e os desvios da estação foram retirados: o prédio hoje está distante da linha por uns quinze metros. Embora o vai e vem de pessoas continue, hoje esse movimento se dá por outro motivo – o prédio abriga um cartório de notas, e fica na região central dessa cidade quase mineira.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Marco Giffoni; Pino Rossi; __: Vale do Paraíba e seu desenvolvimento, 1969; Max Vasconcellos: Vias Brasileiras de Comunicação, 1928; Mapa – acervo R. M. Giesbrecht)

Fonte: http://www.estacoesferroviarias.com.br/l/lavrinhas.htm

Igreja de São João Batista. Construção de 1820. Localizada na Vila São João. A religião identifica as cidades? No Circuito da Fé, muitas são as crenças.

Fonte: http://www.explorevale.com.br/cidades/lavrinhas/turismo.htm

No pé da Serra da Mantiqueira, Lavrinhas entra no circuito do Ecoturismo. Cachoeiras, como a Cachoeira das Pedrinhas; trilhas; poços para banhos fazem parte do destino de quem se dispõe a deixar o urbano e experimentar a natureza da Serra. Aqueles que preferem a natureza civilizada podem aproveitar e praticar a pescaria certeira em pesqueiros no caminho.

Fonte: Turismo Lavrinhas