Monteiro Lobato

Município de pequeno porte (4.261 habitantes, 2014), pequena densidade demográfica (12,81 habitantes por km2; Estado de São Paulo – 170,43), baixa urbanização (43,65%) e discreto predomínio feminino da população, que é jovem em comparação ao Estado e região. A análise das pirâmides demográficas (Acesse o infográfico) mostra o acompanhamento da tendência nacional de redução da fecundidade e mortalidade infantil, e aumento da expectativa de vida. A taxa geométrica de crescimento da população de 2010 a 2014 foi positiva (0,87aa), semelhante a do Estado e menor do que a Região (1,62aa). A renda per capita (R$ 547,76) é inferior ao valor da região e inferior ao do Estado (R$ 853,75) e 28,61% dos domicílios, segundo o Censo de 2010, possuíam renda de até 1/2 salário mínimo. A taxa de analfabetismo (10,49%) é maior do que a do Estado (4,33) e maior do que a da região. Esses índices caracterizam o município como tendo baixos níveis de riqueza e preocupantes indicadores sociais, desafios para a organização da rede de saúde e garantia do acesso universal. A população é jovem, mas envelhece o que implica em demandas também crescentes para a rede de serviços de saúde. Situada entre as montanhas e vales da Serra da Mantiqueira, a cidade de Monteiro Lobato foi cenário das antigas plantações de café que impulsionaram a economia brasileira na época e contribuiu no prestígio e poder político do Vale do Paraíba no ápice da economia cafeeira (Fonte: http://monteirolobato.sp.gov.br/web/?page_id=3896). A cidade carrega o nome de um dos   mais   ilustres     escritores     da      literatura

infantil brasileira, José Bento Monteiro Lobato, conhecido por Monteiro Lobato que viveu no município por alguns anos, os quais foram inspiradores para a criação de seu mais famoso conto infantil Sítio do Picapau Amarelo. Por conta desta história, a cidade promove todo ano o Festival de Literatura Infantil que surgiu no ano de 2010 e toda a cultura e artesanato da cidade é voltado para a literatura infantil do ilustre escritor Monteiro Lobato. (Dados: Fundação Seade, perfil municipal, consulta em 05 de maio de 2014)

Página em construção.
 

PLANEJAMENTO

TERRITÓRIO

Uso do solo

CIDADE

LOCALIDADES

CULTURA, IDENTIDADES E CONEXÕES

Sítio do Picapau Amarelo
Fonte de inspiração para a mais importante obra da literatura infantil brasileira. Foi propriedade do escritor José Bento Monteiro Lobato. O escritor morou na Fazenda Buquira onde desenvolveu atividades rurais e idealizou personagens com Emília, Tia Nastácia e o Jeca Tatu. Hoje o casarão é conhecido com Sítio do Pica-Pau Amarelo.

Fonte: http://monteirolobato.sp.gov.br/

Cachoeira Reino das Águas Claras
“Cachoeira de águas cristalinas onde nadam peixinhos de olhos arregalados”, foi essa a definição encontrada pelo escritor, José Bento Monteiro Lobato, para descrever a cachoeira localizada nos arredores do Sítio do Picapau Amarelo. O local possui uma exuberante área verde, apropriada para famílias e grupos.

Fonte: http://monteirolobato.sp.gov.br/

Gruta Nossa Senhora de Lourdes
A gruta, um monumento artificial inaugurado em 1° de novembro de 1959, é uma manifestação da devoção popular à Nossa Senhora de Lourdes. O Trabalho foi realizado pelo artista Francisco Ferreira Santeiro. O local é visitado por inúmeros devotos que acendem velas e também por pessoas que buscam a água pura que jorra de sua fonte continuamente. A Gruta Nossa Senhora de Lourdes está localiza na Rua Bernardino de Campos, no centro do município.
Fonte: http://monteirolobato.sp.gov.br/